Calça "errada" é o último grito da moda

 

Todo mundo conhece o termooversized pra denominar aquela peça que parece sempre um (ou dois) número (s) maior que o da pessoa, certo? Pois bem, desde que a grife francesa Céline instituiu a calça, digamos, extra-large para modelos tamanho P, a coisa virou febre. No Brasil,Vitorino Campos e 2nd Floor já aderiram. Lá fora pipocou nas Resort Collections. Agora vamos entender os cinco códigos da peça que confere ar cool imediatamente aos looks.

 
 
Carven  (Foto: Divulgação)
 
1 – A barra sempre será mais comprida que as pernas da pessoa, dando uma cara de que “vesti algo confortável sem me preocupar em estar arrumadinha”, confere?

               

 
Chloé (Foto: Divulgação)
2 – A calça sempre será larga, grande, fora do corpo. Quando menos, apenas reta, mas jamais em tempo algum justa ou bodycon, confere?

 

 

 

             

Roksanda Ilincic (Foto: Divulgação)
3 – É excelente parceira para tops oversize idem, ou peças confortáveis que expressem zero esforço na hora de se arrumar. Exemplos? Casaco fofo, suéter, camiseta, blazer desestruturado. Confere?

 

 

 

 

 

 

  DKNY (Foto: Divulgação)

 

4 – A mania começou com chinelos tipo Birkenstock, mas já evoluiu para tênis branco ou sapatos de salto desaparecidos, ou seja, pouco importa o que você está usando. Atenção, aquele amarfanhado no tornozelo virou o máximo do styling. Confere?

  2nd Floor (Foto: Divulgação)

 

5 -  A peça nada mais é que uma evolução do normcore, aquela tendência anti-moda, inspirada em pessoas normais que estão zero preocupadas em parecer fashion. Mas que, veja que ironia, são suuuuper fashion. Confere?

Matéria Original da Revista Glamour online, clique aqui e confira.

 

ARMAZÉM - VERÃO 2017

SHOWROOM

SHOWROOM

FAST STORE

CONTATOS

 

Compre Armazém em nossa loja virtual parceira

Armazém Verão 2017

LOJA VIRTUAL